10 nov Como aumentar a produtividade nos estudos?

Conheça alguns métodos que podem ajudar você a aumentar a combater a procrastinação e ter mais sucesso com seus objetivos

Quem está se preparando para um concurso sabe da importância de se dedicar aos estudos diariamente. No entanto, em uma era de tantas distrações, nada mais comum do que desviar o foco e buscar inúmeras justificativas para deixar para amanhã.

A procrastinação é uma questão que atrapalha muitos concurseiros. Para quem nunca ouviu falar no termo, procrastinar significa não realizar tarefas necessárias quando necessitam ser feitas. As causas que levam a procrastinação são inúmeras e podem estar ligadas à falta de clareza com relação aos objetivos, desorganização e dificuldades na hora de estabelecer prioridades. Quem procrastina, além de não conseguir atingir os resultados pretendidos, costuma terminar o dia frustrado. Por isso é preciso ter atenção quando o “deixar para depois” torna-se um hábito em sua rotina de estudos.

Para combater a procrastinação e aumentar a produtividade na hora de estudar, existem diversos métodos que podem te ajudar. Mas antes vejamos um pouco sobre cada um deles, vale atentar para alguns passos que podem te indicar o caminho:

 

– Procure clareza nas suas atitudes

 

Afinal, por quais motivos você esta prestando um concurso? Esses motivos são seus ou decorrem de terceiros? Você está certo quanto a sua decisão de prestar um concurso?

Pode parecer bobagem, mas durante uma rotina de estudos, muito da nossa motivação vai se desgastando e consequentemente nossos objetivos vão perdendo a clareza. Por isso, é sempre bom retomar a motivação inicial que lhe fez tomar essa decisão, a fim de resgatar os estímulos para continuar focado nos estudos.

 

– Organize sua rotina através de pequenas metas

 

Para ter êxito em um concurso e conseguir a vaga almejada, o caminho é longo. Por isso, para se manter motivado, é importante criar metas menores ao longo do caminho. Procure criar metas semanais ou diárias e ao executá-las saiba se parabenizar. Uma boa dica é estabelecer um número de horas a se dedicar aos estudos por dia ou por semana.

 

– Reveja sempre seu planejamento

 

Procure sempre ir avaliando os seus resultados ao longo do caminho e vá mudando as suas estratégias. Se perceber que estudar cinco horas por dia não esta rendendo para você, diminua a sua carga horária, no entanto, faça valer a pena o tempo em que estiver dedicado aos seus estudos.

 

Métodos para aumentar a produtividade

 

– Pomodoro

 

Criado por Francesco Cirillo, no início da década de 90, o método é bastante simples e indicado para quem tem muita dificuldade em se concentrar. A técnica consiste em configurar um cronometro em 25 minutos (“um pomodoro”) e durante esse tempo executar uma única tarefa, sem interrupções. Finalizado o período de 25 minutos, é necessário fazer uma pausa de 5 minutos. A cada quatro pomodoros é recomendável que se faça uma pausa maior (15/30 minutos). Além de ser bastante simples, o método pomodoro possui a vantagem de que, por ser executado em pequenos intervalos de tempo, possibilita uma maior facilidade para se concentrar.

 

– “Getting the things done”

 

Famoso método idealizado por David Allen, o  “Getting the Things Done” ( “Deixando as coisas feitas”) é uma técnica onde um objetivo maior é fragmentado em tarefas menores que levam à sua execução.  Trata-se de um processo que estimula estabelecer prioridades, além de evitar o estresse e a sobrecarga de administrar o que deve ser feito a cada momento.

 

– “Don’t break the chain”

 

O método criado pelo famoso comediante americano Jerry Seinfield consiste em marcar em um calendário os dias em que você conseguiu realizar as tarefas em que se propôs. As marcas devem ser coloridas e servem de motivação para que você não quebre a corrente e continue fazendo o que deve ser feito.

Não é preciso seguir um método único para melhorar sua concentração. O ideal é ir testando novos métodos e avaliando a eficácia de cada um deles no seu dia a dia. O importante é se manter motivado e em ação, trabalhando sua concentração e foco diariamente.

 

Rotina de estudos: como organizar?

 

Quem deseja passar em um concurso público sabe que é preciso mais do que disposição e boa vontade na hora de estudar. É preciso uma rotina de estudos organizada. E aqui estou falando de mais do que uma agenda de estudos diária, estou falando de ter foco, saber eleger prioridades de estudo, ter uma metodologia pessoal que funcione e, claro, muita disposição para persistir no objetivo.

 

Crie uma agenda de estudos para cada disciplina

 

Diante do imenso volume de conteúdo proposto para cada prova, muitos concurseiros se veem paralisados e sem saber por onde começar. O ideal é criar uma agenda de estudos por disciplina, separando, ao menos, um turno diário para cada uma delas. No período destinado à cada conteúdo é muito importante estudar de forma contínua, obedecendo a linha sequencial apresentada pela instituição que aplicará a prova. Isso facilitará a compreensão e absorção de conteúdos interdependentes.

Aqui, outra dica: crie mais de um turno de estudos por dia. Você pode separar 2 horas no período da manhã e duas horas no período da tarde, por exemplo. Nestes turnos, procure se dedicar a disciplinas diferentes, para que sua memória tenha um descanso. Resgatar o conteúdo no dia seguinte ou com um intervalo de dois dias é fundamental para que o processo de memorização ocorra da melhor maneira possível. Lembre-se também de criar pequenos resumos, gráficos e mapas mentais para relembrar o conteúdo depois.

 

Tenha foco

 

Para alguns concurseiros, especialmente os que estão fazendo suas primeiras provas, a carreira pretendida ainda não está tão clara. Eles acabam se inscrevendo em cargos muito distintos e a consequência disso é uma grande confusão na hora dos estudos. Assim, antes de começar a estudar para cada prova que pretende fazer, tenha clareza de qual carreira quer seguir.

O foco na hora do estudo também é fundamental. Evite ambientes com muito barulho ou pessoas que possam interrompê-lo a toda hora. Dependendo do caso, considere passar suas horas de estudo diárias em uma biblioteca ou mesmo estudar em períodos mais silenciosos, como de noite. Ah! Mas cuidado para não ocupar suas horas de sono com isso. Ele é importantíssimo para que as sinapses cerebrais responsáveis pelo armazenamento do conteúdo aconteçam a contento.

 

Tenha uma metodologia própria

 

Cada pessoa tem seu perfil próprio de estudos. Algumas são extremamente visuais e, por isso, memorizam melhor conteúdos organizados em fluxogramas e mapas mentais. Outras são auditivas e preferem ouvir o conteúdo de aulas em áudio. Há também aquelas que se dão bem com pequenos resumos escritos. O importante é que você descubra o que funciona melhor para você para criar uma metodologia própria de estudos.

Teste alternar formatos de conteúdo como livros, apostilas físicas e em PDF, aulas em áudio e vídeo. Lembre-se também de construir uma metodologia que contemple exercícios e resolução de questões de provas anteriores. Isso te ajudará a testar seus conhecimentos. E, claro, caso perceba que ainda precisa se aprofundar em algum conteúdo volte às suas anotações e ao material para revisar tudo.

Como você pôde ver não basta estudar todos os dias. É preciso ter uma rotina organizada com turnos dedicados a cada disciplina, além de uma metodologia que funcione para você. Manter o foco e contar com materiais relevantes para a prova que irá fazer também te ajudará a poupar tempo e otimizar seus estudos.

 

TENHA UM ESTUDO PRODUTIVO E SEJA APROVADO!

No Comments

Post a Comment